Térmicas geram um quarto da energia elétrica do país, diz ONS

Reservatórios das hidrelétricas seguem em níveis abaixo da série histórica, mas registram melhora em relação ao início do ano

As termelétricas continuam operando a carga plena e ontem geraram 23% da energia do sistema elétrico brasileiro, enquanto as hidrelétricas foram responsáveis por 73,8% do total de 51.700 MW médios gerados, segundo boletim da operação do ONS (Operador Nacional do Sistema). O restante é fornecido por usinas nucleares e eólicas.

No documento, a instituição prevê chuvas para o Norte e o Nordeste nesta semana, o que pode melhorar o nível de águas das hidrelétricas nessas regiões, mas para os subsistemas Sudeste/Centro-Oeste e Sul, a previsão é de chuvas abaixo das registradas na semana passada.

O aumento de chuvas na região Nordeste, a mais crítica do país, fez o ONS reduzir o custo da operação do sistema de R$ 477,81 o MWh (megawatt-hora) na semana passada para R$ 304,56 MWh nesta semana até sexta-feira, dia 1º de fevereiro.

Os reservatórios das hidrelétricas seguem em níveis abaixo da série histórica, mas registram melhora principalmente em relação ao início do ano.

No subsistema Sudeste/Centro-Oeste, o nível de armazenagem dos reservatórios ontem era de 35,38%, contra 28,9% em 1º de janeiro. No Sul, o nível era de 46,85%, ante 37,7% no início do ano, enquanto o Norte registrava 47,71% -acima dos 41,1% do início deste mês.

O subsistema Nordeste é o único a permanecer praticamente estável ao longo do mês, com nível de 31,33% ontem e 32% em 1º de janeiro.


Energia da cana-de-açúcar

No ano passado, as usinas e destilarias do país venderam para o sistema de distribuição, 1.300 megawatts médios produzidos a partir do resíduo da cana. Todas as unidades geram eletricidade a partir do bagaço, para uso próprio durante a safra, que, na região Centro-Sul, vai de abril a dezembro.


Fonte: Jornal A Cidade

 

Compartilhe: