Eletrobras lucra R$ 326,6 milhões no 2º trimestre de 2011

A Eletrobras obteve um lucro de R$ 326,6 milhões no segundo trimestre de 2011, contra um resultado positivo de R$ 1,4 bilhão no trimestre anterior. A comparação com o segundo trimestre de 2010 não pode ser realizada por ter havido a mudança para a norma contábil International Financial Reporting Standards (IFRS) neste ano. O Ebitda (sigla em inglês para Lucros Antes dos Juros, Impostos, Depreciação e Amortização) da companhia atingiu R$ 956,9 milhões, contra R$ 2,5 bilhões no trimestre passado.

O decréscimo no resultado positivo pode ser explicado por três fatores, todos não-recorrentes, ou seja, que não voltarão a repetir-se. O primeiro foi a apreciação do real perante o dólar americano, que levou a uma perda de R$ 404 milhões em relação ao primeiro trimestre. O resultado da Eletrobras é muito impactado pela variação do dólar devido aos recebíveis de Itaipu no valor de R$ 10,2 bilhões a que a companhia tem direito.

Outro ponto que provocou a queda no lucro do segundo trimestre em relação ao primeiro foi a realização de um imperment no valor de R$ 409 milhões com relação aos empreendimentos de Simplício e Batalha. O terceiro ponto que atingiu o resultado da Eletrobras foi o provisionamento de R$ 120 milhões por parte da Eletrobras Eletronorte, devido a uma ação judicial referente à hidrelétrica de Balbina.

O destaque positivo do balanço foi o aumento da venda de energia por parte das empresas Eletrobras. Nos primeiros seis meses de 2010, a comercialização foi de 125,6 TWh, pulando para 129,3 TWh no mesmo período de 2011.


Fonte: Assessoria de Comunicação da Eletrobras
Compartilhe: